Digite o que quer buscar

Arquipélago da Madeira quer ser o primeiro do mundo classificado como "Age & Longevity Friendly"



Fotos: Andre Carvalho - Turismo da Madeira



Eleito ‘Melhor Destino Insular do Mundo’ pelos World Travel Awards pelo oitavo ano consecutivo e ‘Melhor Destino Insular da Europa’ em 2021, a Ilha da Madeira agora quer se tornar o primeiro arquipélago do mundo classificado como "Age & Longevity Friendly" (Amigo da Longevidade e do Envelhecimento, em português). A iniciativa inédita em Portugal corresponde às orientações da Organização Mundial da Saúde (OMS), que estabeleceu o envelhecimento saudável e a longevidade como prioridade para a década de 2020/2030.


A Madeira reúne as condições perfeitas para ser um destino 'Amigo da Longevidade e do Envelhecimento' e é o primeiro do país a contar com um órgão governamental, a Direção Regional de Políticas Públicas Integradas de Longevidade (DRPPIL), para debater e colocar em prática soluções para a longevidade e envelhecimento saudável.





Entre as ações já implementadas para se tornar um destino amigo da longevidade está a adaptação do sistema de saúde para a população madeirense com mais de 65 anos, que entre os anos de 2011 e 2021 aumentou em 25%. E para os próximos três anos serão lançados concursos públicos na área da saúde no valor de €54 milhões.


Com um forte componente de turismo sênior, a Madeira pretende também tornar-se um destino de saúde para os mais idosos, oferecendo soluções que complementem a área do turismo. O destino tem o perfil certo para ser um polo atrativo nesse contexto, não apenas geográfico, como do clima, tranquilidade, natureza e espaços verdes.





Segundo estudo de 2018 feito pela Direção Regional de Estatística da Madeira, a idade média dos visitantes que chegam à ilha de avião e de navio de cruzeiro é de 48 e 60 anos, respectivamente. Nesse sentido, é essencial para a Madeira adequar sua oferta ao novo perfil do turista, que é hoje mais longevo.


Para isso, a Direção Regional para as Políticas Públicas Integradas e Longevidade deve promover um estudo sobre o impacto e a oferta do Turismo de Longevidade e sobre a longevidade no local de trabalho. A partir dos resultados será possível acrescentar novas tendências e indicadores que ajudarão a criar políticas e estratégias fundamentais para o turismo neste contexto de longevidade.